top of page

NFTs Stadium Project: investir em arte e financiar a base do futebol    

Como o projeto propõe investir recursos no desenvolvimento do futebol no Brasil e na pesquisa científica sobre o futebol?

Ao todo, o equivalente a cerca de 54% das serigrafias produzidas pelo projeto (6 a cada 11 serigrafias/NFT) estão destinadas a doação a acervos externos pelo mundo ou ao financiamento de ações ligadas ao futebol de base e à pesquisa científica sobre futebol.

Além da doação direta de 5 serigrafias, a cada série de 11 unidades, no outro grupo de serigrafias restantes que compõem a coleção Stadium Project e que estão disponíveis para aquisição (saiba como aqui),  20% do lucro líquido de sua comercialização é destinado ao financiamento de projetos e ações ligados ao fortalecimento do futebol de base em regiões periféricas brasileiras e/ou à pesquisa científica e publicação de livros acadêmicos sobre o universo do futebol, no Brasil ou no mundo. Este recurso é gerido de maneira independente pelo Instituto Ludopédio (www.ludopedio.com.br), maior portal científico de futebol do Brasil e da América Latina, parceiro desde o início da idealização do projeto e parte de sua organização na função de Coordenação Institucional.

Estes recursos serão resgatados pelo Ludopédio à seu critério até que sejam implantados os smartcontracts, quando passarão a ser automaticamente destinados à digital wallet á escolha do Grupo Ludopédio. O uso é de critério do Ludopédio, podendo ser aplicado nas rotinas administrativas e finalísticas dos projetos e ações do Ludopédio já em curso, no  fomento ao futebol de base e às ações de incentivo á pesquisa científica e publicação de livros que tenham o futebol como tema de estudo.

Para alcance de seus objetivos, o Grupo Ludopédio poderá optar pela execução direta dos recursos ou pela assinatura de cooperações e convênios com instituições dedicadas aos temas, tais como Universidades, ONGs, OCIPs, Escolinhas de Futebol, editoras, etc.

IMG_20141231_124245-1024x783.jpg

Pelada de final de tarde, em Alcântara/MA. Foto: Ivo Barreto

bottom of page